English
Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

A Luta dos Povos Tradicionais na Diocese de Santa Cruz do Sul

15 de abril de 2016

Um dos avanços mais importantes dos últimos anos em nosso país é o reconhecimento das populações Quilombolas e Indígenas ao direito à demarcação de seus territórios. Direito este conquistado com muita luta e sacrifício. É importante que se diga que cada comunidade Quilombola ou Aldeia Indígena foi reconhecida por mérito da sua luta e da resistência de seu povo. No entanto, há muito ainda a ser feito: infelizmente nenhuma destas conquistas é segura e ainda é preciso dar força e apoio pleno para a vida destes povos. Há uma luta ainda maior sendo enfrentada no dia a dia, literalmente a luta pela vida, pois estes povos são vítimas de cotidianos desrespeitos, preconceitos, racismo e violência.

Citamos, por exemplo, o que aconteceu com o pequeno Vitor Pinto, indiozinho Kaingang de 2 anos, assassinado brutalmente no colo de sua mãe enquanto mamava, em uma rodoviária de Imbituba-SC. Importante lembrar também do que aconteceu em Estrela quando 4 meninas Kaingang morreram na margem da BR 386, enquanto esperavam o ônibus para irem à escola, quando o rodado de um caminhão lhes atingiu em cheio. Por quê uma mãe indígena não pode ser feliz amamentando seu filhinho? Por quê o ônibus escolar não buscou as crianças dentro da Aldeia como era o solicitado? Estas são reflexões iniciais para que possamos minimamente nos colocar no lugar deste povo e sintamos uma pequeníssima parte seu sofrimento.

Aqui na Diocese de Santa Cruz do Sul-RS procuramos dar apoio a luta destes povos para que sejam respeitados como cidadãos brasileiros, buscando acompanhá-los em sua caminhada. Na área de abrangência da Diocese existe o Quilombo da Quadra em Encruzilhada do Sul, Quilombo Rincão dos Negros de Rio Pardo, Quilombo São Roque de Arroio do Meio, Quilombo de Vale Verde e a Aldeia Foxá de Índios Kaingang em Lajeado.

A seguir algumas ações que a ASDISC (Ação Diocesana Santa Cruz do Sul | Cáritas) realizou e/ou participou com o apoio de entidades parceiras no ano de 2015:

Aldeia Foxá – Foi criado um espaço de divulgação da cultura e do artesanato na Romaria da Santa Cruz e também nos Encontros Diocesanos de Sementes Crioulas. Além disso, a equipe realizou visitas às famílias prestando apoio e auxílio no cultivo de hortaliças na Aldeia. Neste sentido é importante destacar que a CPT, juntamente com as Irmãs da Divina Providência de Lajeado, realizou em dezembro várias reuniões e visitas, disponibilizando mudas, sementes e ferramentas para trabalhar com a terra. Em uma destas reuniões a equipe convidou a Emater de Lajeado para esclarecer sobre o andamento de projetos encaminhados e que estavam demorando para acontecer. Segundo o técnico da Emater, em breve o projeto vai ser posto em prática com mais estrutura para melhorar a produção de alimentos e a venda do artesanato. O fundamental é que esta soma de esforços está fortalecendo a Aldeia.

3

Incentivo ao empoderamento indígena na Aldeia Foxá

Quilombo Rincão dos Negros: A CPT juntamente com a Cáritas e o CIMI realizou o 3º Encontro de Comunidades Tradicionais no dia 24 de outubro de 2015. Foi um momento importante de fortalecimento de toda esta luta, com acompanhamento através de visitas e reuniões que trataram de assuntos como projetos de habitação encaminhados junto ao Governo do Estado e Federal, projetos de apoio estrutural para a Associação Comunitária Quilombola Jacinta Souza, equipamentos e cadeiras para o salão da comunidade e implementos agrícolas. Os destaques foram a aquisição de sementes ecológicas de hortaliças da Bionatur para o cultivo das hortas familiares e o recebimento de cestas básicas da Fundação Palmares para cada família. Neste trabalho procurou-se incentivar a produção ecológica de hortaliças nas famílias proporcionando a participação de algumas delas no 15º Encontro Diocesano de Sementes Crioulas, realizado em 29 de julho em Progresso/RS.

2

Distribuição de alimentos vindos através do INCRA e fundação Palmares à quilombolas na Diocese de Santa Cruz do Sul/RS

Quilombo São Roque – Repasse de sementes de hortaliças ecológicas para apoio às hortas familiares, bem como aquisição de uma junta de bois com apoio da Cáritas RS para auxiliar as famílias no cultivo de suas terras.

Quilombo da Quadra e Quilombo de Vale Verde: este ano será como meta acompanhá-los e integrá-los junto aos demais no próximo Encontro de Comunidades Tradicionais que estará em sua 4ª edição.

Por fim, 2016 promete ser um ano de muita luta pela vida dos povos tradicionais e nós continuaremos sendo presença junto deles e delas.

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

campanha-da-fraternidade-2018

campanha-da-fraternidade-2018

Contato

Cáritas Rio Grande do Sul
Rua Coronel André Belo, 452/3º andar
Cep: 90110-020 - Menino Deus


Porto Alegre/RS
(51) 3272.1700

caritasrs@caritasrs.org.br