English
Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Cáritas de Santo Angelo debate saneamento básico com comunidade

17 de novembro de 2017

A Escola Técnica Estadual Achilino de Santis, no Rincão dos Mirandas, em Santo Antônio das Missões recebeu o seminário “Saneamento Básico Rural: Proteção dos Recursos Naturais, Fonte de Vida”. A atividade, fruto da parceria entre comunidade escolar, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Cáritas de Santo Angelo e Cáritas RS, integra o projeto de mesmo nome da Cáritas do Rio Grande do Sul.

Na abertura da atividade, Lisiane Quevedo, agente da Cáritas local, explicou os objetivos do projeto e sua dinâmica de implantação, afirmando a importância da parceria com a comunidade: “queremos promover o debate sobre o saneamento rural e propor alternativas concretas para preservação e recuperação de recursos naturais e de saneamento alternativo para melhorar a vida das famílias”, enfatizou Lisiane.

O tema saneamento básico foi abordado pela assessora da Cáritas RS, Roseli Dias. Passando por aspectos da história do saneamento no Brasil, fez um resgate geral da legislação referente ao assunto (lei 11445/2007, lei Federal do Saneamento Básico, e lei 12305/2010, referente à Política Nacional de Resíduos Sólidos). Finalizando, falou sobre a disputa mundial pela água e que este debate estará ocorrendo no Brasil no início de 2018 em dois grandes eventos: o Fórum Mundial da Água, organizado por governos e grandes corporações e o Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA), promovido por organizações e movimentos sociais que defendem a água como um bem público, um direito humano: “água não é mercadoria”, enfatizou a assessora da Cáritas RS.

Agricultores, professores, alunos, lideranças da comunidade, dirigentes sindicais e técnicos da Emater dialogaram sobre o significado e a importância do saneamento básico e sobre os problemas de saneamento existentes na comunidade. No debate, Apolo de Campos e João Fernandes, agricultores que serão beneficiados com o projeto que irá recuperar as fontes em suas propriedades, deram seus depoimentos destacando que muitas vezes sentiram mal estar após beberem água.  Também manifestaram alegria de participar da iniciativa pois há muito tempo esperam por promessas de melhoria por parte do poder público.

Na segunda parte do seminário, o professor Mário Ubaldo Ortiz Barcelos apresentou o resultado de seu trabalho referente à Bacia Hidrográfica do Rio Inhandejú. No estudo, o professor Mário mapeou diversos tipos de fontes de água e apontou problemas como descuido e destruição de muitas fontes que ele conhecia desde a época em que era garoto. Antecedendo a apresentação, alunos da equipe do professor Mário, contextualizaram o tema, com uma apresentação específica sobre saneamento básico rural, conclusão de trabalhos realizados na escola.

Já em fase de implantação, o projeto contempla a construção de 01 cisterna na Escola Achilino, 02 fontes em Santo Antônio das Missões e 01 Fonte em Santa Rosa.

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

Contato

Cáritas Rio Grande do Sul
Rua Coronel André Belo, 452/3º andar
Cep: 90110-020 - Menino Deus


Porto Alegre/RS
(51) 3272.1700

caritasrs@caritasrs.org.br