English
Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Cáritas Novo Hamburgo: Formação em Economia Solidária para as equipes de Cáritas da Diocese

22 de maio de 2017

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

Com  o intuito de levar conhecimento às equipes das Cáritas Paroquiais de Novo Hamburgo, realizou-se um encontro dinâmico e participativo, no início deste mês, com a temática da Economia Popular Solidária, os seus princípios e as formas de participar. Contou-se com a participação de 13 equipes Cáritas, somando o total de 38 participantes entre voluntárias e/ou usuários da Assistência Social da região; o evento ainda foi assessorado por Elisa, organizadora e mobilizadora da Economia Popular Solidária junto aos grupos de Novo Hamburgo.

foto2

A assessora enfatizou a importância de se organizarem coletivamente: associações, cooperativas ou mesmo em grupos informais. Depois de estarem organizadas, os grupos devem participar dos fóruns da economia solidária, a fim de que possam expor seus trabalhos nas feiras,  nos eventos promovidos  nas praças, universidade Feevale, etc. Destacou que alguns espaços já são fixo (lojas) para a economia solidária no município.  Além disso, falou da importância de criar algo inovador com ótimo acabamento, colocando a sua marca na economia solidária.

A Economia Popular Solidária, além de valorizar, promover e articular as formas cooperativas e autogestionárias de produção, comercialização, consumo, crédito, etc.,  visa para garantir a inclusão de grupos sociais excluídos do mundo do trabalho, sem atividades laborativas, de modo a lhes proporcionar alternativas para o alcance de uma sobrevivência mais digna, com a respectiva geração de trabalho e renda. Nesse processo de caminhada  a Cáritas deve prima pela formação dos grupos, afim de que estes possam se organizar e buscar suas próprias alternativas de trabalho e renda.

Todos podem participar dos eventos da Economia Solidária, comprando os bens e serviços produzidos solidariamente, ou expor seus produtos para comercializar. Esse é um meio de combater as desigualdades do atual sistema e de construção de outro modo de produzir, consumir e de pensar as relações entre as pessoas. Portanto, a Economia Popular Solidária tem em vista a construção de um projeto de desenvolvimento para o país, que seja ao mesmo tempo sustentável, solidário, global e coletivo. É uma estratégia de enfrentamento aos processos de exclusão social e de precarização do trabalho (degradação das condições de trabalho e retirada dos direitos dos trabalhares) que acompanham o desenvolvimento do capitalismo nos últimos dois séculos. O capitalismo é marcado por essa contradição de produzir riqueza gerando miséria.

Que tal conhecer mais sobre os Projetos da Cáritas do Rio Grande do Sul na Economia Popular Solidária e fazer parte da construção de um mundo mais solidário, justo e sustentável?

Veja aqui: http://rs.caritas.org.br/novo/eps

Colabore com a Cáritas: http://rs.caritas.org.br/novo/rps

           

 

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

campanha-da-fraternidade-2019

campanha-da-fraternidade-2019

Contato

Cáritas Rio Grande do Sul
Rua Coronel André Belo, 452/3º andar
Cep: 90110-020 - Menino Deus


Porto Alegre/RS
(51) 3272.1700

caritasrs@caritasrs.org.br