English
Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Crise climática é o primeiro tema discutido no Seminário Nacional do Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Socioambiental

06 de novembro de 2019

Nesta terça-feira (5) teve início os debates no Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Socioambiental, em Brasília. A crise climática foi o primeiro tema do Seminário com a palestra do climatologista Alexandre Costa sobre os desafios que as mudanças climáticas apresentam à humanidade.

De acordo com Costa, dados apresentados pelos cientistas chama a atenção que para se ter 60% de chance de não passar dos 1,5 graus de aquecimento, meta do Protocolo de Paris, é preciso parar todas as emissões de gases do efeito estufa dentro dos próximos 10 anos.

“Os efeitos do aquecimento serão sentidos em muitas atividades essenciais a vida humana e da natureza. Os primeiros a sofrer são os bancos de corais. Em seguida haverão efeitos sobre a reprodução das plantas, afetando florestas e agricultura, sobre o ciclo da água, o ciclo de nutrientes para o solo como fósforo e nitrogênio”, disse.

Mais de 60 entidades e organizações participam do evento em Brasília. (foto: André Araújo)

O encontro reúne as 29 entidades membro do Fórum e participantes do Processo de Formação Continuada e Multiplicadora que foram articulados durante o ano. São participantes de todas as regiões e todos os biomas do país. A assessora da Cáritas RS, Jacira Ruiz, participa do evento e fez parte do Grupo Biomas, onde a discussão foi as práticas que agravam os problemas climáticos e as que ajudam a enfrentá-las.

 

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

campanha-da-fraternidade-2019

campanha-da-fraternidade-2019

Contato

Cáritas Rio Grande do Sul
Rua Coronel André Belo, 452/3º andar
Cep: 90110-020 - Menino Deus


Porto Alegre/RS
(51) 3272.1700

caritasrs@caritasrs.org.br