English
Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Encontro de Sementes Crioulas destaca a Agroecologia

19 de junho de 2019

Em sua 19ª edição, o evento promovido pela CPT da Cáritas Santa Cruz do Sul, promove a segurança alimentar

Realizado este ano em Ilópolis, em 14/6, no salão da Paróquia Santuário São Paulo Apóstolo, reuniu cerca de 400 pessoas, em sua maioria agricultores familiares, com destaque à participação de jovens. Mais de 20 municípios participaram do encontro que permitiu que os presentes trocassem as sementes entre si. A Cáritas Diocesana de Santa Cruz, através da Comissão Pastoral da Terra – CPT, integrante da Ação Social Diocesana de Santa Cruz do Sul – ASDISC  que a muito tempo investe nos guardiões das sementes, agricultores que cultivam esse insumo agrícola e disponibiliza em encontros como esse para que se mantenha o acesso a elas sem depender das multinacionais do agronegócio. Estas sempre buscando controlar o mercado e a produção de alimentos.

Vale recordar que basicamente se define como semente crioula aquela que não apresentar agrotóxicos e transgenia. Se aprofundarmos um pouco mais, vamos entender que elas estão sendo passadas de geração em geração nestes milhares de anos de agricultura, ou seja, são as sementes que acompanharam os camponeses e camponesas nesta história. Também são conhecidas como sementes comuns, tradicionais, caseiras ou próprias. Não industrializadas, só passando por modificações pelo processo de cruzamento feito pelos agricultores e pela própria natureza.

Variedades de espécies de milhos foram destaques no e encontro.

Muito mais que oferecer um espaço democrático de conscientização sobre o tema, o encontro também que difundir alternativas para a produção livre e saudável de alimentos que permita que os povos sejam empoderados e tenham autonomia na questão vital que é a alimentação. O evento que é realizado anualmente oferece um espaço de formação, compartilhamentos de experiências e o fortalecimento da agricultura familiar camponesa. O Encontro de Sementes da Cáritas Santa Cruz do Sul já inspirou outras Cáritas a promover os seus próprios encontros nessa temática, a exemplo de Bagé, Santo Ângelo e por último Passo Fundo, que este ano realizou a sua primeira edição.

Cerca de 400 pessoas, de mais de 20 municípios compareceram ao evento.

Durante o evento, também foram oferecidos produtos coloniais e agroecológicos, tais como pães, mel, geleias, farinha de milho, dentre outros. Os presentes assistiram a palestra “Sementes Crioulas e Agroecologia”, preferida pelo engenheiro agrônomo André Michel Müller, da Emater da cidade de Arroio do Meio. Müller destacou a realidade da produção e consumo de alimentos muito processados industrializados em contrapartida a produção agroecológica. Também chamou atenção para os desafios de ampliá-la. Os jovens deram sua contribuição conduzindo o momento de espiritualidade demonstrando o seu interesse pela terra e pelo cultivo de sementes crioulas.

Na parte cultural, os índios Kaigangs de Lageado apresentaram uma dança típica de sua cultura e teve apresentação de um coral de músicas italianas. Foram oferecidas cerca de 200 variedades de sementes, com destaque para os vários tipos de milho, mais de dez qualidades de mandioca que é nativa do estado e para as folhosas como o caruru, beldroega e muitas outras. O encontro encerrou com o anúncio da próxima edição que será na cidade de Mato Leitão, com data a ser definida.

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

campanha-da-fraternidade-2019

campanha-da-fraternidade-2019

Contato

Cáritas Rio Grande do Sul
Rua Coronel André Belo, 452/3º andar
Cep: 90110-020 - Menino Deus


Porto Alegre/RS
(51) 3272.1700

caritasrs@caritasrs.org.br